ENERGIA SOLAR

O que é e como funciona um sistema de Energia Solar?

A energia solar é a energia produzida pelo Sol e é convertida em energia útil por equipamentos produzidos por seres humanos para a produção de electricidade ou de calor. Em apenas um ano, o Sol produz 4 milhões de vezes mais energia do que podemos consumimos, ou seja, é uma fonte que não se esgota.
Mas, se a energia solar está disponível em quantidades tão abundantes, por qual motivo ela não é usada por todos?
Por muito tempo, foi muito caro instalar um sistema de energia solar em sua residência ou estabelecimento comercial, por exemplo. No entanto, hoje em dia, elementos como o barateamento dos equipamentos, a evolução da tecnologia, a alta na conta de luz e os incentivos financeiros direcionados para fontes de energia limpas são responsáveis por tornarem o preço de um sistema de energia solar muito mais acessível.
A captação pode ser feita de duas formas: direta ou indiretamente. A forma direta acontece através de células fotovoltaicas, geralmente feitas de silício. A luz solar, ao atingir as células, é convertida em eletricidade pela emissão de elétrons, o que gera corrente elétrica.
No Brasil, desde 2012, é possível gerar a própria energia elétrica. A regulamentação vem da resolução 482 da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), que permitiu ao consumidor instalar pequenos geradores em sua residência, comércio ou indústria e trocar energia com a distribuidora local.

Funcionamento de um sistema Grid-Tie (Conectado à Rede)

Dentre os sistemas de geração de energia fotovoltaica, o mais conhecido no mundo todo e regulamentado pela ANEEL, é justamente o sistema Grid-Tie ou On-Grid.
Este sistema é conectado a rede elétrica do local, que por sua vez está devidamente conectado a rede de energia da concessionária. Desta forma durante o dia o sistema estará gerando energia elétrica, e estará alimentando simultaneamente os pontos de luz do local.
O excedente de energia, aquela energia que não foi consumida localmente, é injetada na rede da concessionária, sendo apontada como crédito para o consumidor.

E durante a noite, quando o sistema fotovoltaico estiver desligado, o local volta a consumir a energia da rede da concessionária.
Desta forma, aqueles créditos gerados durante o dia passam a ser descontados conforme o consumo noturno.

Descrição do Sistema Gerador Fotovoltaico

- Painéis: enquanto há luz solar, as células fotovoltaicas dos painéis captam as radiações solares e transformam em energia elétrica em forma de Corrente Contínua (CC)
- Inversor: o inversor converte a Corrente Contínua (CC) em Corrente Alternada (CA) para ser utilizada em seu imóvel
- Consumo: a Corrente Alternada (CA) é usada para alimentar aparelhos como lâmpadas, ar-condicionado, geladeira, TV e outros eletrodomésticos
- Medidor de energia: o medidor verifica quanta energia foi produzida em excesso durante o dia e injetada na rede. Quando a geração é insuficiente, mede quanto de energia foi retirada da rede para consumo.

Quais são os principais benefícios?

Os sistemas de energia solar, quando integrados à ambientes residenciais ou comerciais e conectados à rede, são capazes de oferecer diversas vantagens para o sistema elétrico daquele local, incluindo uma redução de custo em médio prazo. Entre outras vantagens estão: - baixo impacto ambiental;
- não exigência de área física exclusiva;
- baixo custo de manutenção;
- viável em todo o Brasil;
- completamente renovável;
- não precisa de grandes áreas;
- não exige desmatamento.

Powered by Atacado Solar